Mutirão limpou bairros de Rolândia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Mutirão limpou bairros de...

O setor de Vigilância em Saúde de Rolândia realizou um mutirão contra a dengue, na sexta-feira (18) e no sábado (19), nos bairros Orlandino de Almeida, Jardins da Américas, Itália e Europa. Segundo Marcelo Marques, diretor da Vigilância, o objetivo era combater os focos do mosquito da dengue e evitar o aumento dos casos da doença nesses bairros.

O mutirão teve a participação de 15 agentes de endemias e 9 agentes de saúde da UBS do San Fernando. Os profissionais conversaram com os moradores e fizeram uma vasta limpeza, retirando os objetos que acumulam água, vistoriando os terrenos baldios, recolhendo possíveis criadouros do Aedes aegypti. Segundo Marques, os terrenos baldios são os pontos mais críticos desses bairros, porque a população joga lixo nesses locais.

Após o recolhimento do lixo, 10 agentes de endemias com bombas costais aplicaram inseticida. Com a retirada do lixo dos locais onde o alado (mosquito fêmea) deposita os ovos, os mosquitos ficam agitados e procuram novos lugares para desovar.

Durante a ação foram encontrados 90 locais com larvas do mosquito. Os agentes fizeram a vistoria em 1200 imóveis (entre residências e terrenos baldios) e foram recolhidas cinco toneladas de lixo que poderiam se tornar criadouros do mosquito.

Ligia Motta, coordenadora do setor de endemias de Rolândia, explica que o objetivo da ação é “chamar a atenção da comunidade e com isso educá-los ambientalmente, pois a situação é preocupante. Não basta nós realizarmos o mutirão de limpeza se os moradores não participarem, limpando suas casas, seus quintais, recolhendo todo recipiente que possa acumular água e evitar novos criadouros do mosquito em casa.”

Marques destaca que “não é função dos agentes de endemias limparem quintais. A principal função dos agentes nos domicílios é orientar e informar aos moradores sobre como prevenir e combater os focos da doença, além de eliminar as larvas em criadouros de água parada dentro dos domicílios. A responsabilidade da limpeza é do morador”.

A Secretaria de Saúde teve apoio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, que ajudou com caminhões e pá mecânica, fizeram a limpeza nos fundos de vales e terrenos baldios, onde não é possível fazer a limpeza manualmente. Todos os materiais coletados foram levados ao aterro sanitário.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: