IPTU: carnê já está sendo enviado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. IPTU: carnê já está...

    Os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2019 começaram a ser enviados aos rolandenses desde o último dia 15 através dos Correios. “Se os carnês não chegarem até o final de fevereiro, o contribuinte deve vir até a Prefeitura”, orientou Maurílio Puliquesi, diretor de tributação da Prefeitura. Neste ano, já não haverá carnê suplementar como houve em 2018, já que o valor complementar correspondente a este carnê foi agregado ao valor total do imposto.

    No total, foram emitidos 28.904 carnês, sendo 22.511 residenciais, identificados pela cor rosa, e 6.393 de terrenos, na cor verde. O pagamento da primeira parcela ou o pagamento em cota única – que dá direito a 15% de desconto – tem o vencimento em 10 de abril. O valor total a ser cobrado de IPTU gira em torno de R$ 24 milhões e contando com a média de arrecadação por volta de 60%, cerca de R$ 17 milhões devem ser recebidos em 2019.

    Caso o contribuinte prefira, o IPTU pode ser parcelado em até sete vezes, com vencimentos no dia 10 dos meses de abril, maio, junho, julho, agosto, setembro e outubro. O valor de 2019 teve um reajuste de 4,39%, equivalente a correção da inflação. O carnê de IPTU pode ser pago nas casas lotéricas, Correios e em qualquer agência bancária – novidade deste ano.

    Para terrenos vazios, o contribuinte vai pagar a taxa de IPTU mais R$ 57,41 referente a Taxa de Iluminação Pública. Para áreas construídas, o cidadão vai pagar o IPTU mais a Taxa de coleta de lixo (calculada de acordo com a metragem da área).

    Onde pagar – O contribuinte pode consultar o valor do IPTU e até, se preferir, pagar o boleto de modo antecipado. Para isto, basta acessar o link no site da Prefeitura (rolandia.pr.gov.br), clicar na aba “IPTU e TAXAS”, no lado direito da tela, selecionar o tipo de cadastro, digitar o número do contribuinte (sem os dois primeiros e o último zero – constante nos carnês anteriores) e apontar o tipo do carnê. Mas para os carnês retirados através do site da Prefeitura, o pagamento é somente na Caixa Econômica Federal, Internet Banking, Correios e Lotéricas.

    99% recebido: um balanço dos carnês suplementares
    Para recolher o valor de R$ 1,25 milhão, referente às áreas construídas constatadas no georreferenciamento que não estavam declaradas ao município no IPTU “normal”, a prefeitura de Rolândia enviou 9.430 carnês e apenas 250 não foram pagos.

    O pagamento do IPTU complementar chegou a 99%, ou seja, R$ 1 milhão e 150 mil foram recebidos. “Deu mais arrecadação que o próprio IPTU, que gira em torno de 60% de recebimento”, revelou Maurílio Puliquesi, diretor de Tributação da prefeitura. “É um dado que não temos nem como explicar. Se todo ano recebêssemos 99% do IPTU, não estaríamos com o déficit enorme de IPTU que temos, de quase R$ 30 milhões”, acrescentou o diretor.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: