+Arte: TÁ NO AR – suspiro de humor na Tv Brasileira – por Samuel Bertoco

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. +Arte: TÁ NO AR...
Programas de humor sempre tomaram boa parte do espaço da programação na TV, fazer rir sempre deu Ibope, desde os Trapalhões, Chico, Viva o Gordo, depois TV Pirata, Sai de Baixo, os Normais, exemplos não faltam. Só que fazia tempo que não aparecia nada que prestasse na telinha, tivemos que aturar a Praça – que há muito tempo foi boa, mas há muito tempo é ruim – uns seriadinhos péssimos na Globo e até uma escolinha com o Gugu…cara, com o Gugu!!!!

A Internet também não ajudou, logo que começamos a ter uma velocidade decente o suficiente para popularizar o You Tube encontramos muito mais graça lá do que na TV. Quem nunca viu o stand up do Diogo Portugal no Jô? Ou Oscar Filho falando do programa Fantasia? Ou – cara, esse era muito bom – o vídeo dos Melhores do Mundo sobre a fuga do Egito. Enquanto as emissoras tentando fazer rir e fracassando miseravelmente.

Um tempo atrás, dando aquela geral – geralmente inútil – nos canais da TV antes de ligar o Netflix, encontrei esse programa, que já tinha ouvido falar mas que nem tinha dado bola, mais uma porcaria com o sem graça do Marcio Melhen com o “engraçado até entrar na Globo” Marcelo Adnet. Mas parei mesmo assim e assisti…e não é que é bom?
Ta No Ar basicamente tira sarro da própria TV – inclusive da Globo – chegando no limite do que uma tv aberta brasileira poderia permitir rir de si mesmo. A estrutura é muito bacana, as esquetes ficam mudando como se você estivesse mudando o canal de sua tv e o elenco está afinado, saem bordões e atuações caricatas de Zorra Total e entra um humor mais moderno

Marcio Melhen é muito melhor fazendo isso do que caras e bocas com Hassum – outro que não gosto – e Marcelo Adnet finalmente achou seu lugar na Globo depois de alguns fracassos. No final ainda temos sempre uma paródia musical geralmente muito boa. 

E claro que tem seus limites, afinal é da Globo que estamos falando, mas não tem como negar que o programa faz rir, que é o objetivo.
Samuel M. Bertoco é formado em Marketing e Publicidade
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: