Vistoria de imóveis em risco

  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Vistoria de imóveis em...
    Rolândia possui diversos imóveis em estado crítico de conservação, situações que podem até colocar em risco as pessoas que se aventuram em passar pelo local. Através de denúncia ou requerimento dos cidadãos é que a secretaria de Planejamento realiza as vistorias técnicas. 

    Uma volta pela avenida Presidente Vargas, principalmente próximo à Vila Oliveira, já revela alguns imóveis antigos, com rachaduras em marquises e nos próprios prédios. Apesar de não haver moradores (oficialmente) nesses prédios, as calçadas são usadas pelos pedestres que se “arriscam” sob essas marquises e ao lado dessas paredes.

    A Câmara de Vereadores, no ano passado, solicitou via requerimento a vistoria a um imóvel da Rua Miguel Liogi. “Os engenheiros foram lá, fizeram fotos e verificaram que existiam problemas, mas não havia risco de queda e foram solicitadas melhorias”, relatou a secretária de Planejamento, Catarina Schauff. O proprietário é, então, notificado sobre os reparos que precisam ser feitos.

    Já na Rua Alfredo Moreira Filho, um imóvel foi interditado imediatamente após a vistoria, que foi feita devido a uma denúncia de vizinhos incomodados com barulho, cheiro e toda a situação do local. “O engenheiro foi lá e detectou problemas estruturais gravíssimos”, contou a secretária.  Na mesma rua, um pouco mais à frente, há uma imóvel que teve parte de sua parede destruída e parte dela ainda continua em pé.

    Como os Bombeiros e o Planejamento não têm equipes suficientes para vistorias espontâneas, ambos só se deslocam em caso de solicitações e denúncias. “Nos prédios particulares, quando é solicitada vistoria à Prefeitura, isso vem de empresas particulares ou do próprio cidadão que está preocupado com aquela situação. Ele faz um requerimento e aciona a equipe de engenharia da Prefeitura, que vai até o local”, explicou Catarina. A secretaria de Planejamento fica na sede da Prefeitura, na Avenida Presidente Bernardes, nº 809 e o telefone 3255-8600. 

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: