Depressão na infância – por Dra. Isabella Gouveia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Depressão na infância –...
Quando falamos de depressão, parece que estamos sempre falando de algo que só acomete adultos, certo? É difícil e dolorido imaginar que uma criança pode chegar a ter um quadro como esse. Porém o fato é que crianças e adolescentes também podem sofrer de depressão e é importante que se saiba disso para que se reconheçam os sintomas e se busque o tratamento adequado. Se seu filho começar a apresentar tristeza persistente ou alterações importantes do comportamento que interfiram nas suas atividades sociais, familiares, escolares ou em seus interesses, é preciso que ele seja avaliado, pois pode estar apresentando um quadro depressivo. 

SINTOMAS
Alguns dos sintomas mais comuns são:

Irritabilidade ou raiva excessiva
Tristeza e desesperança
Isolamento
Queda no rendimento escolar
Perda do interesse em atividades e brincadeiras das quais antes gostava
Cansaço constante ou falta de energia
Alterações de sono e apetite
Falta de atenção e concentração
Queixas físicas, dores de cabeça, de barriga, que não são explicadas por outros problemas
Pensamentos ou falas de morte.

A depressão é uma doença séria, grave em alguns casos, mas tem tratamento. Hoje em dia existem antidepressivos seguros para serem usados em crianças, além, é claro, da importância da psicoterapia. 

Apesar de raro, crianças também podem tentar suicídio, por isso é importante tratar sempre! Além disso, em adolescentes, a depressão faz aumentar o risco de abuso de drogas.

Procure sempre a ajuda de um especialista!


Dra. Isabella L. C. Gouveia é médica psiquiatra e atende no Centro Médico Norte do Paraná (Rua Martin Friedrich Mewes, 101, Roland Garden, Rolândia, fone 3176-2700)

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: