Filantrópicas receberão meses em atraso

  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Filantrópicas receberão meses em...

   As entidades filantrópicas de Rolândia devem começar a receber a subvenção apenas a partir de abril. A boa notícia é que as entidades receberão os três primeiros meses do ano – janeiro, fevereiro e março. Esses meses serão pagos mensalmente em parcelas, diluídas ao longo de 21 meses, que é o tempo de duração do contrato de subvenção.
 

  O edital de chamamento público – para que as entidades ofereçam as vagas para o município – foi publicado no dia 11 de março e as entidades têm até o dia 29 deste mês para entregar a documentação exigida. No dia 30 de março e 01 de abril, haverá análise dos documentos e o resultado parcial será publicado no dia 04 de abril. O prazo para recurso se encerra no dia 06 de abril e o resultado final deve ser divulgado no dia 08 de abril. O chamamento público é para 21 meses, ou seja, de abril até dezembro de 2017.
   O problema é que as entidades passam por enormes dificuldades e algumas ameaçam fechar as portas, pois não conseguem honrar seus compromissos. O Centro de Educação Infantil (CEI) Casa da Criança, da Vila Oliveira, por exemplo, conta com a bondade de um voluntário para pagar as despesas com encargos e contas de telefone, luz e água.
   Uma das maiores críticas ao edital de chamamento é a quantidade de serviços que a prefeitura irá “comprar” das entidades. Por exemplo, o edital fala em 28 vagas para Educação Infantil Especial ao valor de R$ 200,00 por vaga. São mais 140 vagas para a Educação Infantil para crianças entre 0 e 3 anos e 140 para crianças entre 0 e 5 anos de idade. No total, são 280 vagas que serão disputadas pelas quatro CEIs de Rolândia: Leão Pita, André Luiz, Casa da Criança e Unidade Nossa Senhora Aparecida, da Vila Oliveira. Cada vaga para essas crianças tem o valor de R$ 330,00.
 Com 280 vagas procuradas pela prefeitura, a conta não fecha para os Centros de Educação Infantil. A Casa da Criança cuida de 50 pequeninos, o André Luiz abriga 70 crianças, o Leão Pita tem 120 alunos e a Unidade Nossa Senhora cerca de 200.

Reunião

  Na tarde de quinta-feira (17), a Secretaria de Educação se reuniu com as CEIs e a APAE para explicar o edital de chamamento público.

  As diretorias das entidades levaram todas as dúvidas e algo a mais. A reunião foi na própria Secretaria e as entidades aproveitaram para pleitear que o Poder Público “compre” mais vagas – mais 76 para crianças entre 4 e 5 anos. A secretária Rosilene Moloni ouviu as diretoras das entidades e irá levar converar sobre a reinvindicação com o prefeito Luiz Francisconi, que também estava na reunião.
 
   “Foi uma reunião bem tranquila e muito proveitosa com as diretoras das entidades filantrópicas”, afirmou a secretária. “Elas ficaram felizes quando souberam que o Executivo iria pagar, mensalmente, os meses de janeiro, fevereiro e março, diluídos nos meses do contrato. Elas não terão prejuízo”, ressaltou Rosilene.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: