Raio-x já está funcionando em Jaguapitã

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Raio-x já está funcionando...
O hospital municipal de Jaguapitã já está contando com o serviço do aparelho de raio-x, uma reivindicação de mais de 20 anos da população daquela cidade. Até o momento, mais de 200 radiografias já foram feitas pelos moradores de Jaguapitã, o que mostra a importância do serviço. O aparelho foi resultado de uma emenda parlamentar do deputado estadual Evandro Junior (PSDB), prometido ao prefeito Ciro Brasil (PSDB), antes de sua eleição em 2012. 

O Raio-x começou a ser usado no dia 29 de janeiro, depois de ser colocado em uma espaço construído especialmente para ele e dentro das normas técnicas. “Essa foi uma das razões da demora para o funcionamento do aparelho, que precisa de uma sala dentro de todos os detalhes necessários, com fiscalização de técnicos”, explicou Zay Walquíria Siqueira Silva, secretária de Saúde de Jaguapitã.

O prefeito Cirão lembra que “o aparelho chegou em nossa cidade em 2013, graças ao empenho do deputado Tiago Amaral (PSB), que agilizou o processo na capital”. Desde então, o empenho foi em construir um local adequado para receber o aparelho, um dos mais modernos do Paraná e que deve custar algo em torno de R$ 100 mil.

Renata Cristina Pereira de Souza, diretora administrativa do hospital municipal de Jaguapitã. “Esse aparelho é para os usuários do Sistema Único de Saúde e faz todo tipo de raio-x: de tórax, coluna, pernas, braço, crânio”, afirmou Renata. A diretora do hospital revelou que, apenas em fevereiro, foram atendidas mais de 160 pessoas no hospital e encaminhadas para fazer, pelo menos, uma radiografia. O horário de atendimento é das 08 horas até o meio-dia, mas há um plantão de 24 horas, em que um técnico de radiologia pode ser chamado se for necessário. 

A diretora lembra que o hospital conta com dois técnicos de radiologia trabalhando no serviço de raio-x. “Antes de o aparelho de raio-x chegar a Jaguapitã, os pacientes que precisavam de uma radiografia eram enviados para Astorga (horário do expediente) e para o hospital São Rafael, de Rolândia, no horário de plantão”, ressaltou Renata Souza.
Atualmente, o hospital municipal de Jaguapitã, que está sendo reformado e ampliado, atende a cerca de 2,3 mil pessoas por mês.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: