Editorial: Outubro Rosa – por Monica Maroneze

  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Editorial: Outubro Rosa –...

Olá, Leitor e Leitora do JR.
Nesta edição, cedemos esse espaço para que uma leitora fale sobre o Outubro Rosa. Até a próxima semana. (editoria)

Câncer de Mama

Como o próprio nome diz é um tumor que se faz nas glândulas mamaria mais comum em mulheres, mas os homens também estão sujeitos a este tipo de câncer, é o tipo de câncer que mais leva à morte.

O câncer de mama é raro antes dos 35 anos, porem todas as pessoas, devem ser avaliadas. Mais comum em mulheres acima dos 40 anos, quando diagnosticada precocemente as chances de cura chegam a 95%, daí a importância do diagnostico precoce.

O melhor método para o diagnostico precoce ainda é a mamografia, exame de imagem, que detecta nódulos (tumores) menores, a partir de 1 cm. Este exame (mamografia), esta a disposição nas redes particulares e publicas de saúde. Todas as mulheres acima dos 40 anos devem fazer esse exame uma vez ao ano.

Existe também o auto-exame, que é baseado em uma palpação nas mamas, com forma específica. Porém, nós mulheres, sabemos o quanto é difícil fazer um diagnostico, uma vez que com o passar dos anos, nossas mamas, passam a ser muito de tecido de gordura. E ao palparmos sempre ficamos na duvida e na maioria das vezes quando descobrimos o tumor ou nódulo, já esta em tamanho tão avançado, que o tratamento e cura ficam muito difíceis. O câncer tem curas, tem tratamento, mas o diagnostico precoce é a melhor arma para o sucesso.

Então o nosso convite hoje é que você ao ler essa matéria, saia do comodismo se for mulher marque um medico para um exame. Se for um homem que oriente e encoraje as mulheres da sua vida a procurar um diagnostico e se forem filhos que cobrem das suas mães que se cuidem, pois toda a sociedade precisa de MULHERES SAUDÁVEIS.

Por Monica Maroneze

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: