Volta depois de anos: REC estreia com vitória na Copa Cobra

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Volta depois de anos:...
Para alegria dos saudosistas e dos amantes do futebol, o Rolândia Esporte Clube, o REC, voltou a disputar uma competição na região e a estreia não poderia ser melhor: uma goleada por 5 a 0 sobre a equipe de Prado Ferreira. A partida – válida pela Copa Cobra – foi disputada na tarde de domingo (20) e levou um bom público até o estádio Erich Georg, em Rolândia. O primeiro tempo terminou 4 a 0 com gols de Alex e Luquinha (3 vezes) – no segundo tempo, o meia Felipe fez o quinto gol. Na próxima rodada, no domingo (03 de abril), o REC volta a jogar no Erich Georg, possivelmente contra o time de Jaguapitã.

A Copa Cobra 2016 está sendo disputada por 20 times da região – há times de Porecatu, Florestópolis, Miraselva, Prado Ferreira, Jaguapitã, Cambé, Londrina, Bela Vista do Paraíso, Alvorada do Sul, Ibiporã, Sertanópolis, Primeiro de Maio e Rolândia, é claro. O campeonato deve durar cerca de quatro meses e meio e terá 19 rodadas na primeira fase da disputa, quando todos jogam entre si. Os oito primeiros colocados se classificam para as quartas-de-finais da competição, em jogos de mata-mata, sempre com os melhores colocados fazendo a partida decisiva em casa. 
 
A volta
A volta do REC aos gramados foi pensada nos dois últimos meses pelos empresários Diego Evangelistas e José Aparecido Faleiros. Os dois convidaram João Seco e Maninha para formar uma comissão técnica e ajudar  a formar a equipe para a Copa Cobra. “Pensamos nos times mais tradicionais de Rolândia – de campo e suíço – e selecionados alguns jogadores de cada equipe: Amigos do Xuxa, 3Ws Telecom, Grupo Califórnia, AABB, Açúcar Energy. Na primeira partida, não tínhamos atletas do União FC, mas agora vamos selecionar alguns deles para os próximos jogos da Cops”, revela o diretor Diego Evangelista. 

De acordo com o diretor, o grupo vai manter um grupo em torno de 25 jogadores para essa competição, que permite a inscrição de novos atletas, caso seja necessário. “Só não podemos chamar jogadores que já tenham jogado por outra equipe nesse mesmo campeonato”, ressaltou Evangelista.  O REC não irá treinar, apenas fará amistosos quando não houver jogos nos domingos. “Pretendíamos usar o estádio para treinar à noite, mas vimos que iríamos gerar despesas para a cidade e decidimos apenas jogar durante o dia no estádio”, esclareceu o diretor.

3ª Divisão?
O empresário Diego Evangelista deixou escapar que o sonho é disputar o Paranaense da 3ª Divisão. “Se possível, já em 2017”, afirmou Evangelista. O empresário pretende buscar alguns parceiros para tentar tornar esse sonho uma realidade no próximo ano. Como o Nacional está na Terceirona, por não ter disputado a Segundona em 2016, um derby rolandense pode não ser coisa de outro mundo. “Queremos agradecer ao Poder Executivo por ter cedido o campo para as partidas e também a José Danilson, presidente do NAC, por ter emprestado o uniforme do Nacional para o REC na partida de domingo”, salientou Evangelista. 

Para a próxima partida, no domingo, 03 de abril, o REC deve estrear o seu uniforme novo nas cores preta, amarela e branca. “O distintivo do REC é uma atração à parte, redesenhado em um estilo retrô”, concluiu Diego Evangelista.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: