IPTU sem juros: cota única pode ser paga até dia 30

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. IPTU sem juros: cota...

    A prefeitura de Rolândia prorrogou o prazo de pagamento da cota única do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para o dia 30 de abril. A primeira parcela do vencimento, para quem pagar o imposto parcelado, também foi prorrogado para o mesmo dia. O contribuinte que optar por acertar o IPTU até esse prazo prorrogado não pagará nenhum juro. O vencimento da cota única e do primeiro parcelamento do IPTU era no dia 10 – como foi feriado, automaticamente passou para o dia 13 de abril.

    O secretário de Finanças, Marcos Gabriel, explicou ao JR que muitos contribuintes tentaram fazer o pagamento no dia 13 e não conseguiram, devido à quantidade de pessoas nos bancos e lotéricas. “Conversamos com o prefeito e chegamos ao entendimento que, para que o contribuinte não fosse prejudicado, nós prorrogássemos a parcela única e a primeira parcela, nas mesmas condições, para o dia 30 de abril”, explicou Marcos. “Fizemos isso para sermos justos com as pessoas que tentaram pagar”, complementou.

    Como fazer
    O diretor de Tributação, Maurílio Puliquesi, explicou como o contribuinte deve fazer para pagar. “Se for a cota única, basta ir até o site da prefeitura (rolandia.pr.gov.br) e imprimir o novo boleto. Depois é só pagar como quiser”, esclareceu. “Já quem for pagar a primeira parcela deve fazer o mesmo e imprimir o novo boleto. Ele só deve esperar uns 20 minutos para que a Tributação registre esse novo documento. Aí, sim, pode pagar”, ressaltou Maurílio. O documento da primeira parcela deve ser pago no mesmo dia da impressão, então o ideal é que se imprima até as 16 horas.

    A solicitação da prorrogação foi feita pela Câmara Municipal, através de seu presidente, o vereador Alex Santana. O parlamentar enviou o pedido na quarta-feira (14) e justificou que teria recebido esse pedido por parte de muitos munícipes. “Essas pessoas não conseguiram efetuar o pagamento da 1ª parcela do IPTU e nem da cota única devido às enormes filas e à paralização do sistema das lotéricas”, explicou Alex Santana.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: