Amor, superação de vida e fé

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Amor, superação de vida...
    Muitas mães já passaram por situações com as quais acharam que não conseguiriam lidar, porém o amor, a superação e a fé a fizeram ir além e vencer todos os limites possíveis. É assim que a agente de Saúde Dalva Santos (60) enxerga a vida diante de todas as lutas que precisou enfrentar até chegar aqui. Dalva nasceu no Rio de Janeiro, morou por muitos anos em Presidente Prudente e, em 1993, veio para Rolândia.

    “Vim para Rolândia com meus quatro filhos, na época todos pequenos. Resolvi me separar e morar com meu irmão porque não tinha outro lugar para eu ficar. A minha vida era muito difícil. É um passado doloroso que eu sempre tento apagar da minha história, mas consegui superar”, afirmou Dalva.

    Ela veio de uma família de seis irmãos, e alguns deles moravam em Rolândia. Após morar durante seis meses na residência de um deles, conseguiu alugar uma casa e arrumou emprego em um antigo frigorífico da cidade. “Desde muito cedo, eu sempre dizia para os meus filhos que a gente só consegue algo na vida por meio de muito trabalho e também de estudo. Sempre incentivei-os a fazer isso”, ressaltou.

    Dalva afirma que sempre trabalhou muito para levar o sustento aos quatro filhos que, segundo ela, também aprenderam desde cedo a se ajudarem dentro de casa. “Eles nunca perderam um dia de aula e hoje vejo que tudo valeu a pena, pois todos estão formados, e uma está quase se formando. Todos seguem honestamente com a vida”, lembrou.

    Dalva manteve-se no primeiro emprego durante dez anos, depois trabalhou de costureira e, por fim, passou no concurso da prefeitura municipal para de agente de Saúde, função em que está há 13 anos.  

    Quando chegou em Rolândia, tinha estudado apenas até 4ª série do Ensino Fundamental. Ela voltou a estudar depois de um tempo, e hoje faz um curso de Técnico de Enfermagem. Dalva encara o fato da vida ser feita desta forma, de lutas e vitórias. “A vida é assim entre lágrimas e alegrias. Faz parte”, ensina.

    A agente de Saúde falou de cada filho de modo orgulhoso e vê neles a confirmação de que toda a sua luta não foi em vão. O mais velho dos irmãos é Cleber (40), formado em Direito e em Administração. Ele e seu irmão André (39), que fez Contabilidade, fundaram um escritório na região central da cidade. 

    Também tem a filha Jaqueline (34), que é professora no Colégio Bom Jesus em Rolândia, o mais novo entre os homens que é Thiago (28), também formado em Contabilidade, e a caçula Débora (18), que está cursando Relações Públicas na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

    Dalva afirma que ao olhar para trás vê que deixou um legado especialmente ao visualizar os filhos, todos criados e com as vidas no caminho correto. “Eu não tenho nenhuma vergonha do meu passado, pelo contrário, tenho muito orgulho. A gente tem que ter brilho e vontade de vencer. Meus filhos são a  prova viva disso”, assegurou. 

    Além dos filhos, hoje Dalva também tem cinco netos, quatro meninos e uma menina. “Eu amo meus netos e tenho uma relação muito boa com minhas noras e genro, afinal elas cuidam dos meus netos e dos filhos. Meu genro é como se fosse um filho também para mim”, afirmou.

    Para todas as mães, ela deixa a mensagem que momentos difíceis existem e tem certeza todas já passaram por algo complicado, independentemente de questões financeiras. “Eu penso que a nossa força tem que vir de Deus, só Ele pode nos confortar e nos ajudar em momentos delicados. Eu sempre intercedi pelos meus filhos. A minha mãe, que tem 80 anos, até hoje ora pela minha vida”, afirmou. 

    Por fim, Dalva afirma que uma mãe nunca pode desistir dos seus filhos, pois eles são a herança do senhor. “Sou apaixonada pelos meus filhos e pela minha família. Eles são o melhor tesouro que alguém pode ter “, finalizou a mãe-vó. 


 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: