Quociente eleitoral pode ser até menor do que o da última eleição

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Quociente eleitoral pode ser...

    O quociente eleitoral define os partidos e/ou coligações que têm direito a ocupar as vagas em disputa nas eleições proporcionais, quais sejam: eleições para deputado federal, deputado estadual e vereador. O termo representa a soma de todos os votos válidos: votos e votos de legenda, excluído os brancos e os nulos.

    Conforme explicado pelo chefe do Cartório Eleitoral de Rolândia, Mário Bannwart, o quociente eleitoral deste ano poderá ser igual ou menor comparado à última eleição. Neste ano, o município registra 47.832 eleitores aptos a votarem nas eleições municipais, e segundo uma estimativa do próprio chefe do cartório eleitoral, o quociente eleitoral pode fechar neste ano em 3.100 votos válidos – em 2016, o quociente era de 3281 votos, ou seja, a cada essa quantidade de votos, o partido ou coligação tinha uma cadeira na Câmara de Rolândia.

    Entenda – Para encontrar o quociente eleitoral é necessário saber o valor total de votos válidos. Sabendo este valor é feita uma divisão dele pelo número de cadeiras em disputa (no caso de Rolândia são dez). É algo só pode ser realizado no dia da eleição. “Em 2016 o quociente eleitoral para vereadores foi de 3.281 votos, ou seja, a cada 3.281 votos formava-se uma cadeira”, afirmou Bannwart. Naquele ano, Rolândia tinha 46.746 eleitores aptos a votar, mas apenas 32,8 mil eleitores foram às urnas. Mário acredita que o quociente deste ano possa ser menor, apesar do aumento no número dos eleitores, por conta da pandemia, já que muita gente, principalmente de grupos de risco, pode não ir votar.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: