Grupo Lar arrenda Granjeiro e já contrata 400 pessoas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Grupo Lar arrenda Granjeiro...

    A geração de emprego e renda em Rolândia ganhará um importante reforço a partir do mês de setembro. Isso porque a empresa Lar Cooperativa Agroindustrial arrendou o complexo da empresa Frango Granjeiro. De imediato, a cooperativa vai gerar 400 novos empregos já no mês de setembro, outras novas 500 vagas nos próximos meses e mais 500 outras até 2022. O JR conversou com o Ceo da empresa, Irineo da Costa Rodrigues, sobre a vinda da Lar para Rolândia.

    Irineo da Costa Rodrigues afirmou que o prazo inicial deste arrendamento é de um ano e este período será o necessário para medir os pontos positivos desta nova ampliação. “Nossa intenção é continuar com o arrendamento e sabemos que o da empresa Granjeiro também”, afirmou Irineo ao JR. Sobre novos empregos, o Ceo afirmou que, de imediato, mais 400 postos de trabalho serão criados com a ampliação do abate diário da Granjeiro. Isso equivale a dizer um aumento de 25% na quantidade de empregos – atualmente é de 1,6 mil e “pulará” para 2 mil a partir de setembro. A Agência do Trabalhador/SINE de Rolândia já está fazendo os encaminhamentos e basta o interessado procurar o órgão (Av. dos Expedicionários, 604, centro).

    “Atualmente, o abate diário é de 140 mil aves por dia. Iremos ampliar para 175 mil aves diárias a partir de setembro. Por isso a necessidade de contratar mais 400 pessoas”, ressaltou o Ceo. Irineo também revelou que a empresa pretende ampliar os dias de abate também para os sábados – atualmente é de segunda a sexta-feira. Isso irá requerer a contratação de mais 500 pessoas. Em um segundo momento, o abate diário deve aumentar para 200 mil aves, ação que também pedirá o aumento de mais 500 postos de trabalho. “Nossa intenção aqui no município a atingir o número de um mil e quatro empregos diretos até o ano que vem”, afirmou Irineo.

    Com esta nova instalação, a Lar Cooperativa deve atingir a marca de 700 mil aves abatidas ao dia, contando com as demais empresas que hoje se encontram em Medianeira, outra em Matelândia e uma em Cascavel.

    A nova produção em Rolândia também concentra uma grande população consumidora e certamente viabilizará o atendimento ao importante mercado do norte do Paraná e servir como centro de distribuição pela proximidade ao interior do Estado de São Paulo. A nova indústria também gera oportunidades de crescimento profissional para os funcionários da Lar Cooperativa. Muitas pessoas capacitadas e que estavam trabalhando na região Oeste irão ocupar cargos de liderança no novo complexo industrial.

    Para viabilizar a expansão da empresa, a contrapartida da Prefeitura será a de promover uma adequação de infraestrutura na região do Ceboleiro, para assegurar a ampliação espacial da empresa e melhorias para escoar a produção, que irá aumentar nos próximos meses. Nesta quarta-feira (22), o prefeito Luiz Francisconi e parte de seu secretaria receberam os empresários João Welter, do Granjeiro, e o Ceo Irineo da Costa Rodrigues, que apresentaram o projeto de expansão da empresa em Rolândia, que vai gerar emprego, renda e vai elevar a arrecadação de impostos que serão revertidos em benefícios para a população.

    A Lar Cooperativa Agroindustrial tem mais de 50 anos no mercado e tem um portfólio de aproximadamente 300 produtos alimentícios como enlatados, congelados, cortes de frangos, além dos grãos: milho e soja e as exportações chegam na América (Latina, Central e Norte), Europa, Ásia, e nos países árabes. As 25 unidades da Lar estão presentes em 11 municípios do Oeste do Paraná e Leste do Paraguai.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: