FMC: entidades assinam o contrato

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. FMC: entidades assinam o...
Representantes das entidades culturais de Rolândia, que tiverem seus projetos aprovados pelo Fundo Municipal de Cultura (FMC), assinaram o contrato para liberação dos recursos, na manhã de segunda-feira (04), no gabinete do prefeito Luiz Francisconi (PSDB). A verba para o financiamento dos projetos culturais aprovados já está na conta do Fundo – são 250 mil reais – e devem começar a ser transferidos para as entidades assim que essas trouxerem as certidões negativas atualizadas e um número de conta do Banco do Brasil ou da Caixa. As certidões precisam ser atualizadas, pois já perderam a validade desde o processo de inscrição das entidades. 

Nova assinatura
Um fator levantado durante a reunião com o prefeito deve fazer com que as entidades tenham que assinar novamente o contrato, mais atualizado. O novo contrato contaria com as certidões negativas e com o plano de trabalho atualizados e com o número da conta para depósito. Esse novo contrato, evidentemente, anularia o contrato assinado na segunda (04).

O diretor de Cultura, Wagner de Campos, emocionou-se ao falar do recurso do Fundo e da luta das entidades e dos artistas por esse dinheiro – o próprio Wagner, ou melhor, o palhaço Vavá, esteve do outro lado da mesa em diversas negociações e reuniões com o Executivo. Além do prefeito, do diretor e de representantes das entidades, estavam presentes o secretário de Cultura, Paulo Henrique Pereira, e o vereador Maico Dida (PT).

Projetos
Os sete projetos foram aprovados em fevereiro e, desde então, as entidades aguardavam a assinatura do convênio. 
A verba total do FMC para o financiamento dos planos culturais é de R$ 250 mil. O projeto do Grupo Rotkappen utilizará R$ 19.210,00 e do Grupo Weisser Schwan usará R$ 18.222,00 – os outros projetos têm valores de cerca de 24 mil reais. O total de todos os projetos é de aproximadamente 160 mil reais. “Vão sobrar cerca de R$ 90 mil da verba total do Fundo, que serão utilizados para a abertura de um novo edital, até o mês de junho, quando todos os convênios já estiverem firmados com os projetos já aprovados”, explicou Wagner de Campos, diretor da Cultura.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: