Rolândia com menos seções eleitorais neste ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Rolândia com menos seções...
    Rolândia contará com 23 seções eleitorais a menos do que na última eleição: o município passa de 151 para 128 seções. O Cartório Eleitoral foi obrigado a agregar 11 seções definitivamente e 12 provisoriamente em outras seções. O chefe do Cartório Eleitoral de Rolândia, Mário Bannwart, destaca que, apesar disso, os eleitores continuarão votando no mesmo local. “Houve apenas uma alteração na numeração das seções, os locais de votação permanecem os mesmos”, afirmou Bannwart. “Para a eleição municipal de 2020, nós teremos 128 seções espalhadas nos 19 locais de votação que temos disponíveis”, explicou. 

    De acordo com Bannwart, o local de votação que mais perdeu seções foi a APAE: foram retiradas cinco seções e agregadas definitivamente em outras. Também foram diminuídas seções nas escolas municipais Arthur Costa e Silva, Nossa Senhora Aparecida, Geralda Chaves e Sebastião Feltrin. 

    E o eleitor dessas seções
    Quando a seção é agregada definitivamente o eleitor precisa ficar atento e ir em busca de duas possibilidades para fazer a mudança no título e igualar o número da seção atual no documento. A primeira opção é baixa o aplicativo e-Título. O app serve para a obtenção da via digital do título de eleitor e permite o acesso rápido e fácil às informações cadastradas na Justiça Eleitoral. “Lá vai constar o número da nova seção eleitoral definitiva”, afirmou Mário.

    Os eleitores que estão em dia com a Justiça Eleitoral e desejam atendimento apenas para impressão da segunda via do título podem ficar despreocupados, pois o e-Título substitui o documento na hora de votar. Basta baixar o aplicativo, disponível para iPhone (iOS), smartphones (Android) e tablets. O aplicativo apresenta informações como dados da zona eleitoral do usuário e a situação cadastral do eleitor em tempo real. 

    A segunda alternativa é o eleitor aguardar a reabertura do cadastramento eleitoral, a partir do dia 09 de dezembro, e ir até o Cartório Eleitoral de Rolândia para fazer a emissão do novo título com o número da seção atualizado. Conforme afirmado pelo Chefe do Cartório para as agregações que foram feitas de maneira provisória, o eleitor não precisa fazer a substituição, mas pode baixar o e-Título. “Não precisa emitir outro título, pois a seção voltará a valer na próxima eleição”, disse Bannwart. 

    O porquê
    O Chefe do Cartório explicou que essa situação ocorre por falta de urnas eletrônicas – o déficit obriga o Tribunal Superior Eleitoral a fazer essa esquematização de seções. “O TSE já estava há alguns anos tentando fazer contrato com uma empresa para comprar novas urnas, pois todas as urnas com o modelo de até 2008 não estão aptas a serem utilizadas nas atuais eleições”, explicou Bannwart.

    Além disso, devido à grande demanda existente no estado de São Paulo, maior colégio eleitoral do país, o estado do Paraná, que se encontra em uma situação confortável comparada à do vizinho, foi “forçado” a ceder cerca de 2500 urnas para São Paulo. “Rolândia, dentro das demais zonas do estado, entrou nesta ação de envio de urnas para outros estados da federação”, relatou. 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: