Lar é inaugurada em Rolândia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Lar é inaugurada em...

    A cerimônia de transição da empresa rolandense Granjeiro para a Lar Cooperativa Agroindustrial, que também significou a vinda oficial da Lar para Rolândia, contou com a presença do governador Ratinho Junior e de Irineo da Costa Rodrigues, diretor-presidente da cooperativa, além de outras autoridades. O evento foi realizado na manhã da quarta-feira (02) no RH do mais novo frigorífico da Lar.

    A Lar Cooperativa Agroindustrial realizou um arrendamento de longo prazo do complexo industrial da Frango Granjeiro, empresa criada há 34 anos por João Welter. Desde o início do arrendamento, o frigorífico já contratou mais de 330 pessoas e está gerando 1.911 empregos diretos. O complexo industrial é formado por um abatedouro com capacidade de processamento diário de 175 mil frangos, uma fábrica de rações com capacidade de produzir 19 mil toneladas/mês e uma unidade de recepção e beneficiamento de grãos com capacidade de 16,8 mil toneladas.

    No arrendamento, a Lar também assumiu 300 aviários envolvendo 270 produtores distribuídos em 41 municípios do entorno de Rolândia. Com a aquisição, a cooperativa deve atingir a marca de 700 mil aves abatidas ao dia, com expectativa de alcançar 900 mil aves/dia em 2023. Essa é a terceira unidade da Lar – as outras são em Matelândia e Cascavel. “Levamos dez meses para concluir o negócio, mas esse trabalho com a avicultura vem sendo desempenhado há 21 anos pela cooperativa”, destacou Irineo da Costa Rodrigues em sua fala. “Hoje começamos o abate de frango com nome, embalagem e selo da Lar. Essa transição ocorreu da melhor forma possível”, ressaltou.

    Segundo o diretor-presidente, a Lar é a cooperativa que mais emprega no País: para cada emprego há 17 indiretos envolvidos. “Ainda pretendemos incorporar mais 70 aviários e 300 funcionários no futuro porque temos margem para crescer em Rolândia. Nossa produção é dividida em 50% no mercado interno e 50% externo. A Lar exporta para 74 países, mas o Estado já alcança 160 países. Estamos buscando novos mercados”, acrescentou Irineo.

    O governador Ratinho Júnior falou da recuperação de empregos no Estado e ressaltou a importância do apoio das cooperativas processo de retomada da economia. “A Lar é orgulho do nosso Estado, uma das maiores cooperativas da América Latina. Fico feliz em ver esses investimentos e a geração de emprego nesse período. Estamos trabalhando para recuperar a economia e a Lar é uma das locomotivas que movem o nosso desenvolvimento”, afirmou Ratinho.

    O primeiro a falar, no entanto, foi o empresário João Welter, proprietário da Granjeiro. Welter falou do início da empresa e de sua luta, junto com a família nessas mais de 3 décadas. Na sequência, o prefeito Luiz Francisconi também agradeceu a Granjeiro e a Lar pela parceria feita e pelos benefícios trazidos para Rolândia. O deputado Cobra foi o terceiro a falar sobre as duas empresas, também em tom de agradecimento.

    Localização estratégica
    A localização da Lar em Rolândia é estratégica para a cooperativa porque está a 15 Km da ferrovia, o que reduz o custo de transporte em direção ao Porto de Paranaguá e a países importadores. O novo frigorífico também viabilizará o atendimento ao mercado do Norte do Paraná e cidades do interior de São Paulo. A Lar está presente em aproximadamente 300 produtos (enlatados, congelados, cortes de frangos, além dos grãos, principalmente milho e soja) e as exportações alcançam América do Norte, Europa, Ásia e países árabes.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: