Tem fogo? Sem lei e sem punição

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Tem fogo? Sem lei...
O tempo quente, seco e a falta de chuva não parecem desanimar os vândalos que continuam ateando fogo no mato alto em terrenos de Rolândia. A prática tem aumentado assustadoramente por toda a cidade sem que ninguém tome nenhuma providência contra esse crime que é ambiental, mas que causa estragos também na saúde das pessoas. A fumaça causa irritação e provoca danos à respiração, principalmente em crianças e idosos, a fuligem suja calçadas, quintais e roupas – mais água precisa ser utilizada para uma nova limpeza. 

Enquanto isso, o proprietário do terreno, que não cortou ou campinou o local, tem a “sorte” de alguém ter passado e ateado fogo no mato alto. O dono “limpou” a sua data, não gastou nada com isso. Só sujou um “pouquinho” o ambiente e causou danos às pessoas no entorno de seu terreno. Mas o que isso importa?

Só nesta semana, o JR flagrou três incêndios: um no jardim Santana e dois no Vale Verde. As chamas no Jardim Santana colocavam em risco algumas casas, mas nada aconteceu, felizmente. Só os problemas decorrentes de uma queimada.
No Jardim Vale Verde, os incendiários devem até se encontrar e trocar informações sobre melhor horário, melhor tipo de fogo, de tão tranquila que está a situação. 

Culpa
Executivo com seus fiscais, vereadores, Condema, Secretaria de Meio Ambiente, Polícia Militar. De quem é a culpa. De todos. Rolândia precisa, urgentemente, de uma lei específica que puna os proprietários de terrenos em que o fogo seja ateado para limpá-los. Não importa se ele mesmo tenha colocado, tenha mandado, ou tenha tido a “sorte” de alguém ter colocado fogo sem ele pedir. Multou uma vez, certamente o proprietário do terreno vai querer mantê-lo limpo para não correr o risco.

A lei pode ser feita pelos vereadores e o assunto já foi conversado com muitos deles, mas até agora, nada foi feito. As pessoas não aguentam mais, mas os poderes Executivo e Legislativo não estão ouvindo as reclamações. Se estão, então é descaso mesmo.


idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: