Editorial – Edição: 817 – sexta-feira, 19-03-21

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Editorial – Edição: 817...
    Olá, leitor e leitora do JR

    Infelizmente, os casos de Covid-19 continuam a subir no Brasil, no Paraná e em Rolândia. Na quinta, chegamos a 120 óbitos por causa da doença – na verdade 121, já que uma morte ainda não tinha sido contabilizada. 
Se fizermos uma conta para saber a proporção de óbitos por 100 mil habitantes, Rolândia teria algo em torno de 180 mortes a cada 100 mil pessoas. Esse número é altíssimo, já que a média no Brasil é de 132 mortes por 100 mil habitantes. Como se vê, a situação não é brincadeira.

    Outro detalhe que tem chamado a atenção é a idade das pessoas que têm morrido ultimamente. Se antes, a maioria das mortes eram de pessoas mais velhas, agora já temos vários óbitos de pessoas na faixa de 40 a 55 anos. A nova cepa do coronavírus que tem circulado é muito mais contagiosa e muito mais mortal. Por isso, usem máscara da maneira correta, lavem sempre as mãos e mantenham o distanciamento social.

    E a trincheira foi entregue, se bem que o semáforo do local não está funcionando de maneira correta e pode provocar um acidente. A prefeitura postou que iria arrumar o sinal na segunda-feira, vai colocá-lo para três tempos – atualmente está para dois tempos. Até lá, muito cuidado quando você passar pelo local.

    A obra foi entregue exatamente três anos depois de iniciada e com 1 ano e 10 meses de atraso. Isso se levarmos em conta a primeira previsão de entrega, que era em maio de 2019. Ah, a trincheira foi iniciada em março de 2018.

    Por fim, a matéria principal desta edição diz respeito a uma denúncia de desvio de dinheiro do Sindicato dos Servidores Municipais de Rolândia, o Sisrol. Os atuais presidente e vice-presidente, Eduardo Giesen e Roberto Müller, falaram com o Jornal de Rolândia sobre o caso e sobre denúncia que levaram à Polícia Civil e à Justiça.

    De acordo com os dois, o sindicato deve 230 mil reais a uma operadora de cartões e teve, ainda, cerca de 220 mil reais desviados para uma conta online de caixa 2, que já foi desativada.
Para entender melhor, basta ler a matéria na página 03.


Boa leitura 
Josiane Rodrigues
Editora
José Eduardo
Editor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: