O trabalho da AMAR em Rolândia é voluntário

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. O trabalho da AMAR...
    A ONG AMAR (Associação Mundo Animal de Rolândia) completou 15 anos no dia 15 de março. A entidade foi fundada em 2006, como resultado da necessidade de uma instituição que protegesse e amparasse os animais abandonados e vítimas de maus tratos, uma função que é dever do Poder Público. Como não recebe nenhuma ajuda pública, a ONG faze, e muito, dentro de suas possibilidades, graças ao voluntarismo de seus integrantes e às doações de alguns cidadãos.

    Apesar disso, muitas pessoas ainda acham que a função da AMAR é recolher e resgatar animais em situação de risco. “Nós vemos gente perguntando porque a AMAr não faz nada quando um animal é abandonado. Essas pessoas não conhecem o trabalho da AMAR e deve pensar que temos algum convênio com a prefeitura. Não temos nada, vivemos do que recebemos de doação”, explicou Regina Célia Cabral Rodrigues, presidenta da entidade. 

    Desde a fundação, a Associação não tem fins lucrativos e não recebe ajuda financeira do Poder Público. Foi declarada de Utilidade Pública Municipal com a Lei nº 3.244, de dezembro de 2007. No ano de 2010, também foi declarada de Utilidade Pública Estadual pela Lei nº 16.457, de 22 de fevereiro de 2010. Essas são as relações que a AMAR tem com os órgãos públicos, mas nenhuma ajuda.

    O que a AMAR faz?
    A Associação é basicamente formada por uma rede de voluntários que atuam em prol dos animais, por puro amor. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a entidade não tem a responsabilidade de recolher animais de rua. Hoje, a AMAR auxilia na oferta de desconto de castrações para determinadas famílias que precisam, e também arca financeiramente com algumas castrações de animais de rua. Além disso, o Facebook da entidade é utilizado como um meio de divulgar pedidos de doação, lar temporário e até denúncias. 

    Regina Célia falou com o JR sobre o que poderia ser feito neste momento para auxiliar as ações já realizadas pela entidade. “Nós trabalhamos com a intenção de poder diminuir a quantidade de animais abandonados nas ruas. 
  
    O que deveria ser feito neste momento é uma campanha de castração de cães e gatos em massa em toda a cidade, especialmente auxiliando as famílias que não têm condições financeiras de pagar pelo procedimento”, ressaltou a presidenta. “Sem a castração, os animais vão procriando cada vez mais e isso faz com que muitas pessoas os abandonem nas ruas”, ressaltou Regina.

    A presidenta afirmou que a parceria com veterinários seria essencial para a AMAR nesse momento e precisaria ser feita de modo urgente. “Esses profissionais são os que nos auxiliariam nessa situação de castrar os animais de famílias de baixa-renda e também animais abandonados. Com esSe auxílio, essa situação de abandono que ocorre no município poderia ser diminuída em um período de dois a três anos”, afirmou Regina Célia. Para a presidenta, para que houvesse de fato essa diminuição de animais abandonados no município por meio de uma campanha de castração em massa seriam necessários cerca de 200 a 300 atendimentos mensais.

     Para a advogada da entidade, Lahis Juliani Sanches, a associação tem pensando em ações para de fato aumentar esse percentual de animais castrados no município e solucionar essa questão que afeta diretamente a saúde pública. “Se nós tivéssemos um auxílio da prefeitura, por exemplo, ao invés de construir um abrigo ou canil, o Poder Público poderia fazer um convênio conosco e, por meio de licitação, nos repassar uma verba mensal. Com isso, nós mesmos teríamos o nosso abrigo com uma estrutura ideal para recolher uma quantidade de animais por mês”, relatou Lahis. Hoje, há mais de 60 cães recolhidos e mantidos pela AMAR em seu abrigo secreto.

    Castrações mensais
    No geral a entidade acaba realizando mais castrações de cachorros do que de gatos, durante o percorrer dos meses. Em março, a AMAR castrou 74 animais, entre gatos e cachorros, e deste total 24 animais receberam a cirurgia com custeio total feito pelos voluntários da associação. O restante foi pago pelos próprios proprietários dos animais, por meio de um desconto especial que é fornecido à entidade. “Nós temos um desconto com veterinários em Rolândia e Cambé, que nos auxilia nessa questão, ofertando um valor especial para essas castrações”, afirmou Regina.

    O desconto da AMAR também é válido para as pessoas que têm seus animais domésticos em casa, mas não têm condição financeira de arcar com os custos totais de uma castração, que hoje gira em torno de R$ 200. Porém, o benefício de desconto é ofertado apenas para famílias que realmente precisam deste auxílio e para animais que não são de raça. “Cada caso é analisado pela AMAR primeiro e, dependendo da situação, nós auxiliamos com o desconto”, ressaltou a advogada Lahis.

    Maus-tratos e abandono?
    A presidente da AMAR orienta que ao se deparar com uma situação de animal machucado, maus-tratos e/ou abandono, a pessoa deve entrar em contato com a AMAR para pedir a indicação de onde levar esse animal machucado, pois a Associação pode conseguir descontos e dar a assistência necessária no atendimento. “Agora, quando nos ligam para buscar animais, não podemos atender a esse pedido, pois essa é uma obrigação da prefeitura”, pontuou. Hoje, a AMAR não tem ideia de quantos animais de rua existam em Rolândia. “Mas são muitos e cada vez aumenta ainda mais”, disse a advogada da entidade. Para entrar em contato com a associação pelo Facebook /amar.rolandia.7. 

    Como ajudar
    Há várias maneiras de as pessoas colaborarem com a Associação Mundo Animal de Rolândia. “As pessoas podem nos doar ração ou roupas e utensílios usados, que colocamos à venda na Feirinha”, revelou Regina Célia. O contato também deve ser através do Facebook. 

    As pessoas também podem doar na conta corrente da AMAR: Caixa, agência 0404, Operação 003 (pessoa jurídica), conta corrente 122-9. Há também a opção do Pix: 08096458000106.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: