Gripe: UBSs iniciam vacinação dos trabalhadores da Saúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Gripe: UBSs iniciam vacinação...
    A Secretaria Municipal de Saúde de Rolândia informa que os trabalhadores da Saúde poderão procurar as Unidades Básicas de Saúde para receberem a vacina contra a Influenza. As UBSs terão dias e horários específicos para imunizar esse público-alvo.

    “A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde”, explicou Paloma Pissinati, secretária de Saúde de Rolândia. 

    O trabalhador deverá procurar a UBS de sua área de abrangência para receber a vacina e não é necessário agendamento. “Basta comparecer com documento pessoal e o comprovante de trabalho em um estabelecimento de saúde” ressaltou Paloma.

    Na segunda-feira (15), a UBS do Tomie Nagatami atendeu para essa finalidade das 08 às 12 horas e a UBS do Planalto, das 13 às 17 horas. A UBS do Planalto também ficou responsável pelos profissionais do centro, já que a UBS Central não fará essa imunização, por ser a UBS referência no tratamento da Covid-19.

    Na quarta-feira (19), a UBS do San Fernando vai oferecer as vacinas das 8 às 12 horas e a UBS do Parigot de Souza atende para tal fim das 13 às 17 horas. Já na quinta-feira (20), apenas a Unidade Básica do Nobre terá a imunização pela tarde, das 13 às 17 horas. Por fim, na sexta (21), a UBS do Santiago vacinará pela manhã, das 8 às 12 horas, assim como a UBS da Vila Oliveira, que imunizará das 9 às 13 horas. 

    As Unidades dos distritos Nossa Senhora Aparecida (Bartira) e de São Martinho atendem para tal fim a semana toda, do dia 17 a 21, semmpre da 8 até as 16 horas.

    Quais trabalhadores
    Segundo o informe técnico da 23ª Campanha Nacional de Imunização, “Os trabalhadores da Saúde são aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. 

    Assim, compreende tanto os profissionais da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares – quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas. 

    Incluem-se, ainda entre esses trabalhadores, aqueles profissionais que atuam em domicílios como os cuidadores de idosos, doulas/parteiras.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: