O negócio de Rolândia é o Turismo

  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. O negócio de Rolândia...

“Turismo é o nosso negócio”. A frase se refere a Rolândia e aos rolandenses e foi dita pelo presidente do Paraná Turismo, Jacó Gimenes, no I Encontro de Turismo e Oportunidade de Negócios, realizado no Centro Cultural Nanuk na tarde de sexta-feira (06). O evento teve a presença de vários segmentos do turismo rolandense, além do prefeito Luiz Francisconi (PSDB), do vereador João Ardigo (PSB), do presidente do Conselho de Turismo, Daniel Steidle, da turismóloga Flávia Galbero e do diretor de Cultura, Wagner de Campos.

Na abertura, o prefeito Luiz Francisconi Neto enfatizou a receita do professor e assim oficializou os esforços históricos e atuais que devem fazer do Turismo a marca de Rolândia, assim como do Distrito de São Martinho, a Capital dos Embutidos. Quanto a um título para todo o município, cuja característica maior é a diversidade, a sugestão de Gimenes é de Rolândia ser “a Capital da Cordialidade”, já que é um coração aberto para muita gente.

Segundo o palestrante, seu objetivo durante o Encontro foi discutir o potencial turístico do município, propondo a parceria entre a Prefeitura, sociedade organizada e empreendedores para explorar o turismo. “Como o norte do Paraná é muito rico, as pessoas ainda não se deram conta que turismo é economia. Então eu vim aqui despertar isso. Minha missão é provocar, incentivar, ouvir e combinarmos uma agenda para projetar”, relata.

Gimenes tratou com a Prefeitura e o Conselho Municipal de Turismo sobre uma agenda, que inclui a visita a Maripá, capital das orquídeas, situada entre Palotina e Toledo. Ele é otimista quanto à futura exploração do turismo na economia rolandense. “Vocês são muito ricos na parte cultural e, às vezes, isso não é assumido como um negócio. O objetivo é esse, turismo é o nosso negócio”.

Gimenes foi convidado para conhecer Rolândia por Flávia Galbero durante a Feira de Sabores da Expo Londrina 2016. “Eu já conhecia muita coisa de Rolândia, vim para conhecer o que ainda não conhecia”, conta. O presidente visitou o museu japonês, a Fazenda Bimini e o distrito de São Martinho. Lá, ele conheceu a história da Central Carnes e a família Becker, produtora de bolachas. Gimenes enxerga um potencial turístico na agroindústria familiar do local, além de uma forma de renda.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: