Check-up cardiológico pós-Covid

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Check-up cardiológico pós-Covid
    Todos sabemos da grande tempestade que estamos passando devido à COVID-19. A pandemia atingiu todos nós de forma intensa, seja em nossos trabalhos, em nossas amizades e em nossas famílias. Sem mencionar o alto valor em vidas que nos foi tirado pela tragédia iniciada em 2020 em nosso país.

    Infelizmente, os danos secundários à COVID-19 não são apenas expressos durante a fase aguda da doença. Nesse longo ano de pandemia aprendemos que sequelas são comuns e podem comprometer a vida e a qualidade de vida daqueles que venceram a batalha contra o vírus.

    As sequelas vão além dos pulmões e se mostraram mais amplas e agressivas. Vários estudos já mostraram que o cérebro, nervos, fígado, rins e coração também podem ser acometidos.

    Dados da literatura médica indicam que até 36% dos pacientes apresentam lesões no coração. Esse comprometimento pode se manifestar sob várias formas, como arritmias, insuficiência cardíaca grave e até morte súbita.

    Em março deste ano, um estudo avaliou 800 atletas após o evento de COVID-19. Assintomáticos, ou com sintomas leves a moderados, foram submetidos a check-up do coração e observou-se lesões do coração em 30 deles, cinco com acometimento inflamatório no músculo do coração e pericárdio (saco fibroso que recobre o coração).

    À primeira vista, cinco pacientes em 800 parece pouco, certo? Mas não podemos esquecer que esses pacientes eram atletas e tiveram formas leve à moderada da doença. Em pacientes com estado de saúde mais comprometido e/ou que tiveram formas mais graves da doença, a chance de comprometimento cardíaco é maior.

    Por estes motivos, o “check-up do coração pós-COVID-19” tem sido debatido pelo mundo todo. Nós, do Centro do Coração, em conformidade com outras instituições científicas, recomendamos a realização do “check-up” pós-COVID 19 para todos os pacientes que já apresentavam doenças cardiovasculares, como hipertensão, insuficiência cardíaca, infarto, angina de peito. A avaliação do coração também está muito bem indicada aos pacientes que tiveram a forma mais grave da doença e aqueles que voltarão a praticar atividades físicas.

Dr. Vinícius Beleze
Cardiologista do Centro do Coração – Unidade Rolândia
CRM PR 37185 | RQE 28.293

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: