Por um Conselho de Igualdade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Por um Conselho de...

Uma bela festa da democracia e na praça, a qual Castro Alves dizia pertencer ao povo, assim como o céu pertence ao condor. Assim foi o evento organizado por vários segmentos de Rolândia e que entregou uma indicação, ao prefeito Luiz Francisconi (PSDB), em que solicita a criação do Fundo e do Conselho municipais de Igualdade Racial. Toda a “muvuca” aconteceu na praça Zumbi dos Palmares, em frente do Colégio Kennedy, na noite de sexta-feira, 13 de maio. Não poderia ser mais emblemático.

Vários pequenos discursos foram feitos antes da entrega da indicação. Os vereadores Rodrigo do Locatelli (PP) e Reginaldo Silva (Solidariedade) falaram da importância desse movimento e parabenizaram o vereador Maico Dida (PT), um dos iniciados dessa luta. Carolina Almeida de Campos, da Rede de Mulheres Negras do Paraná e Adilson Roberto, representante dos muçulmanos, foram bem enfáticos em seus discursos. Adilson lembrou de um semanário da cidade que publicou uma imagem depreciativa dos negros. Um representante da Umbanda, Moisés Rodrigues Cabral, também falou sobre o preconceito que as religiões afro-brasileiras sofrem o tempo todo. O mestre Curitibinha, da Orkeomai, lembrou que a capoeira não é dos negros, pois acolhe a todos, independentemente da cor da pele.

Vários alunos do colégio foram até a praça e assistiram a discursos e à apresentação do grupo de capoeira Orkeomai. O momento maior foi a entrega do documento ao prefeito, feito por várias mãos – tudo em frente a um enorme painel em homenagem a Zumbi, herói na luta contra a submissão do negro. Francisconi lamentou que sejam necessárias leis para que que as pessoas se respeitem. O prefeito afirmou que enviará a indicação ao jurídico da prefeitura, que deve se pronunciar a respeito.

O movimento pela criação do Conselho espera que uma projeto de lei seja enviado à Câmara de Rolândia e que possa ser votado o mais rapidamente possível. A criação do Conselho Municipal de Igualdade Racial e do Fundo Municipal de Igualdade Racial foi discutida em reuniões na Câmara. Segundo Dida, o principal objetivo do conselho é a defesa dos direitos e o combate à intolerância e preconceito racial. O vereador relata que o Conselho pretende desenvolver atividades sociais relacionadas à igualdade racial nas escolas, comunidades e associações rolandenses.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: