São Martinho pode ser incluído no portal ‘Sebrae Origens’

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. São Martinho pode ser...
    Na segunda (09), uma reunião remota deu início à possível inclusão de São Martinho, distrito de Rolândia, no projeto de indicação geográfica do “Sebrae Origens”. O encontro discutiu a possibilidade de inserir a região como Indicação Geográfica (IG), dentro da alçada do Sebrae, por meio do portal Sebrae Origens. 

    Conhecido como a Capital Paranaense dos Embutidos, o distrito de São Martinho tem vários produtores nessa área. Alguns foram convidados, mas apenas representantes da Central Carnes de São Martinho participou da reunião. “Depois da reunião será feito um relatório com base naquilo que foi passado ao Sebrae. Aí saberemos se vamos tocar o projeto para frente ou não”, explicou Flávia Galbero, secretária de Cultura e Turismo.

    Também participaram do encontro Shiguedy Katto (IDR Paraná, escritório de Rolândia), Maria Isabel Guimarães (coordenadora de Agronegócios do Sebrae-PR), Helinton Lugarini (coordenador do Fórum Origens Paraná), Laryssa Kamille G. Turkott (advogada do mesmo Fórum), Rosa Ângela Sanches Squisato e seus filhos Gabriela e João Vitor, todos da Central Carnes de São Martinho.

    O portal do “Sebrae Origens” reúne um vasto conteúdo que oferece ao público interessado uma ampla compreensão da importância das IG para a economia e para os pequenos negócios do país, envolvidos na elaboração de produtos oriundos de territórios reconhecidos pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e que valorizam a tradição, a cultura e a biodiversidade. O selo de IG acontece quando o produto se torna conhecido por uma característica diferenciada, por ser produzido em determinada região ou território específico. 

    “Esse encontro vai servir para analisar se São Martinho pode participar do projeto e, com isso, desenvolver outras ações de capacitação junto com ao Sebrae”, pontuou a secretária.  Se a indicação for positiva, o Sebrae fará um acompanhamento de consultoria de aproximadamente seis meses com os produtores do distrito. “Agora, vamos tentar sensibilizar os outros produtores também para ver se a gente consegue mais adesão para poder tocar esse projeto”, informou Flávia.

    A secretária também explicou que a Indicação Geográfica pode ser de dois tipos. “Tem a indicação de procedência e a denominação de origem. São Martinho se enquadra na de procedência, pois já é conhecido como a Capital Paranaense dos Embutidos e tem uma certa fama”, concluiu Flávia Galbero.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: