Bibliotecas nos distritos abrem em junho

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Bibliotecas nos distritos abrem...
As novas bibliotecas municipais, nos distritos do Bartira e de São Martinho, serão inauguradas neste mês. No Bartira, a inauguração será na sexta-feira (17), às 9h30, já em São Martinho, acontece no dia 24, às 16h30. A coordenadora das bibliotecas, Neide Cavalaro, conta que cada biblioteca terá cerca de 1.000 livros no acervo. Ambas funcionarão em espaços cedidos pelas subprefeituras dos distritos. “Ainda pedimos à população para colaborar com doações para enriquecer o acervo dessas novas bibliotecas.”

Segundo Neide, os nomes fantasia para as instituições foram escolhidos por alunos das escolas. Em São Martinho, a biblioteca se chamará Mundo da Leitura. No Bartira, o nome escolhido foi Cantinho do Saber. “Vimos os nomes que mais apareceram. As crianças que deram as sugestões escolhidas vão ganhar um prêmio, no dia da inauguração”, relata.

Os nomes oficiais para as bibliotecas homenagearão os primeiros professores que deram aulas nos locais – José Antônio Gorla, no Bartira, e Eduardo Kasperski, em São Martinho.

Zezinho
O professor José Antônio Gorla, o Zezinho, nasceu em Araraquara (SP), no dia 03 de junho de 1924. Era filho de Henrique Gorla e Conchetta De Luca. O educador serviu o Exército, após o final da Segunda Guerra Mundial, fazendo breve carreira, e chegou ao posto de sargento.

Gorla foi morar no Bartira com seus pais e irmãos em 1946. Foi professor na escola do Bartira de 1947 a 1950. Além das matérias básicas, ministrava aulas de Educação Física, Trabalhos Manuais e Canto. O princípio que norteou seus ensinamentos baseava-se em estimular os alunos a traçarem grandes metas para a vida e na conscientização de que a educação é a principal ferramenta para a promoção humana e para a autossuficiência.

O professor casou-se com Neide De Luca em 1952 e mudou-se para Londrina. Eles tiveram dois filhos, José Antônio Gorla Junior e Henrique Gorla Neto. Zezinho sempre se dedicou ao trabalho e à família. 

Kasperski
O professor Eduardo Kasperski nasceu no dia 03 de abril de 1915, em Curitiba (PR). Casou-se com Beatriz Gau Kasperski, também professora e merendeira, com quem teve dois filhos, Vicente Kasperski e Sandra Lucia Moreira Marcato. Kasperski foi auxiliar de cavalaria militar por muitos anos, em Curitiba. 

Morou na Água do Barreiro, onde foi professor na Escola Municipal Laelia por muitos anos. Mudou-se para Água do Tucum, onde foi fundada a Escola Integrada do Tucum, que posteriormente tornou-se Escola Municipal Pedro Serpeloni. 

O professor dava aulas para o primário, de 1ª a 4ª série e também ministrava aulas de trabalhos manuais e artesanais como oficina, latarias, madeira e horticultura. Kasperski sempre tinha trabalhos expostos em eventos culturais. 
Seu trabalho foi reconhecido em nível regional e estadual. O professor recebeu várias medalhas de honra ao mérito por seu belo trabalho com seus alunos e alunos de outras escolas e entidades, aonde ia como voluntário.
Mesmo aposentado, o educador continuou ensinando trabalhos manuais aos alunos das escolas do município até o fim de sua vida. 


idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: