Infrações por uso do celular na direção crescem no Paraná

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Infrações por uso do...
Usar o celular enquanto dirige já é a sexta infração de trânsito mais comum no Paraná. Em 2013, o número de multas por uso de celular no trânsito foi de 133 mil. Em 2015 o número subiu para 139 mil, de acordo com o Detran.
Só em Curitiba, foram 48 mil infrações registradas em 2015. Isso equivale a 131 motoristas multados por dia pelo uso do telefone celular.

Uma pesquisa feita em janeiro deste ano em um hospital de São Paulo entrevistou mais de quatro mil pessoas sobre o uso do celular no trânsito. 80% dos entrevistados confirmaram que usam o aparelho enquanto dirigem, 42% admitiram enviar mensagens.

E o mais preocupante: 8% disseram que não mudariam o comportamento mesmo sabendo das consequências. A Chefe da Divisão de Programas Educacionais do Detran, Noedy Bertazzi, afirma que a maioria dos motoristas não vê o hábito como algo arriscado.

Estudos mostram que o risco de acidente de trânsito é cinco vezes maior quando o motorista divide a atenção com um aparelho celular. Mas o Código de Trânsito Brasileiro não prevê multa apenas para o uso do celular. Outros aparelhos que desviam a atenção do motorista também são citados na lei.

A fiscalização de motoristas que usam o celular enquanto dirige depende exclusivamente do trabalho dos agentes de trânsito. O número de multas registrado ainda é pequeno perto da quantidade de infratores que não são flagrados. Além disso, a punição leva faz muitos motoristas a acreditarem que vão ficar impunes.

Depois de Curitiba (48.112 infrações registradas), Maringá foi o município que mais apresentou índice de multas por uso de celular na direção (13.893), em 2015. Na sequência aparecem Londrina (9.107), Cascavel (5.535), Foz do Iguaçu (2.855) e Ponta Grossa (2.830) .
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: