Ministério confirma 99 mil doses para adolescentes com comorbidades; lote chegou na sexta

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Saúde
  6. /
  7. Ministério confirma 99 mil...

São 99.450 doses da Pfizer/Comirnaty ao Paraná para a vacinação de adolescentes com comorbidades e deficiência permanente.

O Ministério da Saúde garantiu na última quinta-feira (23) o envio de 99.450 doses da Pfizer/Comirnaty ao Paraná para a vacinação de adolescentes com comorbidades e deficiência permanente. Os imunizantes chegaram em dois voos no final da tarde da sexta-feira (24). Este é o primeiro lote carimbado após o anúncio do governo federal de início da cobertura definitiva sobre os jovens com e sem comorbidades.

Vacinação de jovens e adolescentes contra a Covid-19 em Toledo. Na foto, Ana Cristina Setim, 17 anos, foi a primeira a tomar a vacina – Toledo, 27/08/2021 – Foto: José Fernando Ogura

A pasta federal incluiu os adolescentes sem comorbidades no Programa Nacional de Imunizações (PNI) e projeta uma pauta específica de doses. O secretário-executivo disse que deve o País receber cerca de 100 milhões de doses da Pfizer até o fim do ano, o que garantirá a cobertura integral dos adolescentes no Estado, ao menos com a D1, até dezembro.

Na prática, o Paraná já havia anunciado o início da vacinação dos adolescentes com comorbidades, considerando o remanejo da reserva técnica do imunizante pelos municípios, e a liberação da aplicação nos adolescentes em geral de forma escalonada. Agora há um lote específico para esse público.

“O Paraná sempre teve uma posição muito clara sobre a vacinação dos adolescentes, de que todos devem ser imunizados, não apenas aqueles com comorbidades ou deficiência. Por isso estamos dialogando com muito respeito com o Ministério da Saúde para que possamos acelerar a campanha e também garantir a cobertura vacinal de todos os paranaenses, inclusive com a segunda dose e dose de reforço. Os adolescentes sem comorbidades agora foram incluídos, mostrando que estamos no caminho certo”, afirmou o secretário de Saúde, Beto Preto.

Segundo o Ministério, o Estado também vai receber 69.030 doses da Pfizer para reforço dos imunossuprimidos que já fecharam o esquema vacinal há mais de seis meses e 129.870 da Pfizer para D2 (nos mesmos voos de sexta)
Também serão enviadas 55.250 doses da AstraZeneca/Fiocruz para D2, com previsão de chegada às 10h05 da sexta (voo AD 4193).

Com todos esses lotes, desembarcarão no Paraná 353.600 doses. Elas serão enviadas para o Centro de Medicamentos do Paraná e, seguindo o regramento adotado desde o início da campanha de imunização, serão separadas para distribuição às 22 Regionais de Saúde.

“Por determinação do secretário Beto Preto, fomos ao Ministério da Saúde manifestar a importância de ganharmos tempo na reta final da vacinação. O Paraná abriu a imunização dos adolescentes e hoje tivemos a confirmação do envio de mais doses nos próximos dias. Isso faz com que a vacinação se efetive para concluirmos logo as primeiras etapas da campanha”, disse o diretor-geral da Sesa, Nestor Werner Júnior.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: