Novos recursos para o São Rafael chegam em dezembro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Saúde
  6. /
  7. Novos recursos para o...

Contrato assinado por Ratinho Junior vai fazer com que hospital tenha recurso adicional de R$ 211 mil, que devem ser recebidos no fim do ano

Recentemente, um novo contrato com verba estadual para o Hospital São Rafael foi assinado pelo Governador Ratinho Junior, que implicará em um aumento de cerca de 35% em relação ao contrato anterior. “Com esse contrato, o Hospital tem um valor de R$ 211.854,35 a mais por mês do que no contrato antigo. Esse valor é para substituir a subvenção que tínhamos de R$ 225 mil até dezembro de 2020, lembrando que houve aumento em nossas metas de produção e, por isso, o recurso do novo contrato é maior”, afirmou Paulo Boçois, diretor geral do HSR.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou novos contratos com Hospitais Filantrópicos, Santa Casa de Cambé, Hospital Sao Rafael de Rolândia e Hospital Cristo Rei de Ibiporã – Foto: Geraldo Bubniak/AEN


O contrato foi assinado em setembro, em um evento no Palácio do Iguaçu, em Curitiba, e contou com a presença do prefeito Ailton Maistro, do secretário Estadual de Saúde, Beto Preto, e do diretor do São Rafael, Paulo Boçois. Com o contrato assinado, o São Rafael trabalha em setembro, manda esses serviços ao Estado em outubro, que faz a conferência em novembro e paga em dezembro. O mês de outubro segue o mesmo processo e é pago em janeiro/22; novembro em fevereiro/22 e assim sucessivamente.


A parceria agora é de até R$ 805.134,33 mil por mês pelo prazo de 60 meses e está condicionada a cumprimento de metas – o contrato anterior era de cerca de R$ 594 mil. “Esse valor de 211 mil reais só chega em nosso caixa em dezembro. Mesmo com esse valor adicional, o hospital ainda terá um déficit de 70 mil reais, ou seja, é preciso deixar claro a população que a ajuda de todos continua sendo muito importante”, comentou o diretor.


O diretor ainda afirmou que, no período em que chegou à instituição, o valor mensal que o hospital recebia, considerando até mesmo a subvenção de R$ 225 mil do Estado, era de 654 mil reais. “Isso permaneceu até a gente modificar em julho de 2018 (…). Fizemos um incremento de 75 mil reais em que a subvenção passou de 200 mil para 225 mil, e tinha aqui uma emenda que eu não descobri até hoje de qual parlamentar era, que encaminhou 500 mil reais para custeio, e estava parada, nós íamos perder esse recurso. Então, eu incrementei e a SESA parcelou essa emenda para 50 mil reais por mês”, explicou.


Boçois ainda comentou que de maio de 2019 até dezembro de 2020 o hospital recebia um valor total do Estado, via contrato, de R$ 818 mil. “Em dezembro, quando acabou a subvenção, foram retirados R$ 225 mil desse valor”, relembra. Com isso, a instituição passou a receber mensalmente o valor exato de R$ 593.279,98. “Por isso, desde o momento em que retornei aqui, minha intenção foi correr atrás para conseguirmos um novo recurso o quanto antes”, ressaltou Paulo.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: