Atendimento a acidente é simulado em Rolândia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Atendimento a acidente é...

Ação fez parte das atividades realizadas em meio à Semana Nacional de Trânsito e envolveu bombeiros, policiais e jovens do Formando Cidadãos

Profissionais atendem ao ‘acidentado’ Mateus Miranda

A Semana Nacional de Trânsito começou na segunda-feira (20) e se estendeu até o sábado (25) em todo o país. Dados do Ministério da Saúde indicam que cerca de 30 mil pessoas morrem anualmente em acidentes de trânsito no país – mais de 2 mil delas no Paraná. Neste ano, o tema da campanha é “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas” e tem como objetivo conscientizar todos os envolvidos no dia a dia do transito, sejam motoristas, passageiros, motociclistas, ciclistas ou pedestres.

Em meio as ações da campanha, na quarta-feira (22), uma simulação de acidente de trânsito foi realizada no centro da cidade de Rolândia. A ação contou com a participação de Policiais Militares do 15º Batalhão, alunos do projeto Formando Cidadão da Associação Cidadão Mirim de Rolândia, Corpo de Bombeiros, entre outros profissionais.
“Organizamos essa simulação para a população poder assistir e se conscientizar sobre os procedimentos a serem tomados em situações de acidente de trânsito, especialmente no sentido de não dificultar o trabalho feito pelo serviço do Corpo de Bombeiros”, afirmou a cabo Jaqueline Araújo.

A cabo ainda explicou que, além da simulação, outras ações também foram realizadas durante a semana, como uma blitz educativa. “Ressaltamos também a parceria que estamos tendo com os alunos do projeto Formando Cidadãos, que nos acompanharam em todas essas ações”, afirma.

Entre 2019 e 2020, o número de acidentes de trânsito caiu no Paraná, mas o número de pessoas mortas nas batidas se manteve no mesmo patamar, de acordo com estatísticas do Sistema Único de Saúde (SUS) e o Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest).

Houve uma queda de 34% no total de acidentes e de 37% no total de feridos, enquanto a diminuição de mortes foi de 2,7%. Assim como no restante do Brasil, a taxa de mortalidade no trânsito paranaense está acima de 10 óbitos a cada 100 mil habitantes, o que é considerado crítico pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Segurança

Acidente fatal na Vila Oliveira

Motorista de 50 anos morre depois de capotar veículo ao fazer curva em bairro de Rolândia Um homem de 50 anos morreu depois de um