Contorno Sul: acidente com caminhão impressiona, mas não deixa feridos graves

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Contorno Sul: acidente com...

Motorista ficou preso nas ferragens e bombeiros levaram 1h30 para tirar caminhoneiro das ferragens; mulher que teve carro ‘amassado’ saiu ilesa

Um acidente com uma carreta e um carro baixo na rodovia PR-986, o Contorno Sul de Rolândia, no final da tarde do domingo (17) impressionou a muita gente, mas, felizmente, não deixou feridos graves. A carreta, carregada de farelo de soja, tombou embaixo do pontilhão do Caramuru e caiu sobre o carro que seguia na mesma direção: no sentido Londrina-Arapongas.

O veículo ficou com as rodas pra cima e a motorista saiu ilesa, com apenas alguns arranhões no braço. Já o motorista da carreta, Marcos Alexandre Astori (46), ficou com as pernas presas nas ferragens por cerca de uma hora e meia, tempo em que os bombeiros rolandense levaram para resgatá-lo. Ele foi levado ao Hospital São Rafael, em Rolândia, e teve ferimentos leves, sendo liberado no final da manhã desta segunda-feira (18).

A cabine da carreta acabou se separando e ‘abraçou’ a coluna do viaduto, segundo as próprias palavras do sargento Micheleiti. “O motorista ficou muito encarcerado, mas estava consciente e orientado. Tínhamos um espaço pequeno para trabalhar, um local muito apertado, por isso a demora. Mas conseguimos”, ressaltou o bombeiro rolandense.

Segundo um amigo do motorista, Nilson Ferreira Rosa, que também é caminhoneiro, ele e outros amigos esperaram Marcos Alexandre para um jantar, antes de ele ir para o Porto de Paranaguá. “Ele não apareceu e nós viemos atrás, já que não atendia ao telefone. Aí vimos um monte de luzes e pensamos que alguma coisa tinha acontecido. Uma fatalidade já que o caminhão é novíssimo, modelo 2022”, afirmou Nilson Ferreira.

As pessoas que ajudaram o motorista Andreia Mansano (42) a sair do veículo também tentaram ajudar o caminhoneiro, mas ele estava preso nas ferragens e eles nada puderam fazer. A condutora do veículo estava muito assustada, mas contou que era de Ibiporã e que estava indo para Astorga no momento do acidente.

Depois que deixou o hospital São Rafael, no final da manhã desta segunda-feira, o motorista Marcos Alexandre falou com a imprensa e disse que estava com dor no corpo. O condutor também afirmou que não se lembrava do que aconteceu. “Foi um milagre eu estar vivo”, agradeceu Marcos.

Congestionamento

O acidente causou um grande congestionamento e que durou até, pelo menos, o início da tarde desta segunda-feira. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), um guincho foi acionado para o local para realizar a retirada do caminhão e, em seguida, fazer a liberação da pista. O trânsito sentido Londrina-Arapongas estava sendo desviado por dentro de Rolândia, pela avenida Presidente Vargas, trecho urbano da BR-369, o que causou uma grande fila de veículos.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM: