Rolândia tem fim de semana de acidentes e mortes

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Rolândia tem fim de...

Acidentes aconteceram em BR, PR e em via urbana cortada pela linha férrea; população promete manifestação por mais segurança no trânsito

Uma série de acidentes de trânsito e a morte de três pessoas – entre elas uma criança de seis anos – no final de semana passado revoltou a população de Rolândia, que promete uma manifestação no sábado (04) no local de um dos acidentes. Na noite do sábado (27), uma mulher de 32 anos e sua filha de seis morreram depois que o automóvel em que elas estavam foi atingido pelo trem. Na noite do domingo (28), mais dois acidentes e uma morte: um homem foi atropelado por uma motocicleta, cujo condutor também foi levado ao hospital em Londrina.

Linha do trem

No sábado (27), por volta das 21 horas, um acidente entre o trem e um veículo aconteceu no semáforo da rua Dom Pedro I, na entrada da Vila Oliveira: morreram Vanessa Delfino e a sua filha Laura. Segundo informações dos Bombeiros, havia quatro pessoas no veículo: duas mulheres e duas crianças, uma delas de 10 meses. Uma das ocupantes o bebê conseguiram sair; Vanessa e Laura foram pegas pelo trem, apesar de já estarem fora do carro.

Na noite do domingo (28), mais acidentes: um homem de 57 anos morreu atropelado por uma motocicleta na saída de Rolândia para Arapongas, na BR-369, quase em frente à JBS. Socorristas do Samu e do Siate foram chamados e prestaram atendimento à vítima, identificada como Celso Ângelo do Carmo, mas que veio a óbito ainda na BR. O condutor da motocicletas, um policial militar do 10º BPM de Apucarana, foi encaminhado para o Hospital Universitário. Não há informações sobre seu estado de saúde.

Ainda na noite do domingo (28), um colisão frontal entre um Gol (placas de Itambaracá-PR) e uma camionete Amarok (placas de Rolândia) deixou duas pessoas feridas. O acidente aconteceu na PR-170, saída para São Martinho, quase em frente à empresa Dallon. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente foi causado pelo motorista do Gol, um homem de 23 anos, que foi levado ao Hospital Evangélico, em Londrina. A condutora da camionete, uma mulher de 36 anos, foi levada ao Hospital São Rafael com ferimentos leves.

As causas dos dois acidente serão apuradas: um pela Polícia Rodoviária Estadual (PR-170) e o outro pela Polícia Rodoviária Federal (na BR-369).

Manifestação

Esses acidentes e óbitos deixaram a população rolandense revoltada. Nas redes sociais, um movimento por mais segurança no trânsito rolandense ganhou força e deve se transformar em uma manifestação neste sábado (04). A intenção é fazer a reivindicação no semáforo da rua Dom Pedro I, onde ocorreu o acidente que matou Vanessa e sua filha Laura.

Ainda nas redes sociais, muitas pessoas reclamam pela falta de cancelas nos cruzamentos em que o trem passa por dentro de Rolândia. Há, pelo menos, 7 locais de travessia pela cidade, nenhum deles têm cancela.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre as matérias desta edição

Editorial – edição: 873 – sexta-feira, 27/05/22 Olá, querido leitor e cara leitora do JR Neste editorial, abordaremos um pouco das matérias que estão nesta

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é