Sindicância é aberta para apurar morte de jovem no Lago San Fernando

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança
  6. /
  7. Sindicância é aberta para...

Sindicância foi aberta pelo comandante do 15º BPM de Rolândia, o tenente-coronel Humberto Cavalcante

Bombeiros na busca no Lago San Fernando na manhã da sexta-feira (01)

O comandante do 15º BPM de Rolândia, tenente-coronel Humberto Cavalcante, instaurou uma sindicância para apurar as circunstâncias da morte de Daniel de Souza, 17 anos, que morreu afogado no Lago San Fernando, em Rolândia, na noite da quinta-feira (30).

O corpo de Daniel só foi encontrado em torno das 11 horas da sexta-feira (1º de outubro), depois de mais de cinco horas de buscas pelo Corpo de Bombeiros naquele dia.

A família
Nas redes sociais e em entrevistas dadas, a família de Daniel acusou a Polícia Militar de ter agredido e jogado o jovem no lago e de não ter prestado socorro. O adolescente não sabia nadar e teria pedido por ajuda. Uma familiar de Daniel afirmou que um pescador contou que os policiais teriam batido em Daniel antes de jogá-lo no lago.

Ainda de acordo com a família, um dos amigos entrou no lago para tentar ajudar a Daniel e chegou a puxá-lo para a margem, mas não concluiu o salvamento. “Ele afundou e não voltou mais. Acho que estava atordoado”, revelou a familiar.

A Polícia
O tenente-coronel Humberto Cavalcante negou a versão da família e disse o adolescente pulou no lago para fugir da abordagem, como está no Boletim de Ocorrência feito pelos policiais.

“A família até agora não procurou o Batalhão. Ainda assim, mandei instaurar a sindicância para investigar o que aconteceu e se há alguma outra informação”, ressaltou o tenente-coronel. “Queremos dar transparência na ação policial e vamos ouvir as partes e o maior número de pessoas que estiveram no local”, afirmou o comandante.
O tenente-coronel disse ainda esperar pelo laudo do IML. “Vamos aguardar o laudo da perícia também para anexar nesta Sindicância. Embora, pelo que tenho hoje de informação e pelo Boletim de Ocorrência, tudo me leva a acreditar que esse jovem se jogou no lago para não ser abordado”, concluiu o comandante do 15º BPM.

Redes sociais
A morte de Daniel de Souza teve grande repercussão nas redes sociais do município de Rolândia com a postagem de fotos e vídeos, além de muitos comentários.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é